Histórico

Fundação do ABC

 

Mais de 50 anos dedicados à saúde

 

Caracterizada como pessoa jurídica de direito privado, qualificada como Organização Social de Saúde e entidade filantrópica de assistência social, saúde e educação, a Fundação do ABC foi criada em 1967 com intuito de viabilizar uma faculdade de medicina no Grande ABC. Foi instituída como fundação sem fins lucrativos pelos três municípios do ABC Paulista – Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. É declarada instituição de Utilidade Pública nos âmbitos federal e estadual e na cidade-sede de Santo André através do registro CMC nº 132.124-1 (PMSA). Em 2007 foi reconhecida como Entidade Benemérita pelas Câmaras de Vereadores de São Bernardo e São Caetano e, em 2009, pela Câmara de Santo André.

Com sede e foro na cidade de Santo André, a Faculdade de Medicina do ABC foi autorizada a funcionar pelo Decreto Federal N.64.062, de 5 de fevereiro de 1969, e reconhecida pelo Decreto Federal N.76.850, de 17 de dezembro de 1975, publicado no Diário Oficial da União em 19 de dezembro de 1975. Primeira mantida da Fundação do ABC, a FMABC abriga hoje nove cursos de graduação na área de Ciências da Saúde: Medicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Nutrição, Gestão em Saúde Ambiental, Tecnologia em Gestão Hospitalar e Tecnologia em Radiologia. Tem como missão promover o ensino, a pesquisa, a assistência e a extensão segundo critérios de excelência acadêmica.

Prestes a completar 50 anos de tradição, a escola realizou um antigo sonho no final de 2017, quando foi aprovada como centro universitário. Conforme resultado emitido pelo Ministério da Educação (MEC), a FMABC obteve nota máxima 5 no processo de credenciamento. Com validade de cinco anos, a habilitação foi publicada pelo Ministério da Educação, na edição de 12 de novembro de 2018 do Diário Oficial da União, formalizando o Centro Universitário Saúde ABC.

 

Parceira estratégica dos municípios

 

Com o passar dos anos, a Fundação do ABC começou a ser encarada como parceira estratégica das prefeituras do Grande ABC para a gestão e assistência em saúde. Com o braço de ensino da Faculdade de Medicina do ABC, hoje a Fundação do ABC está à frente de diversas unidades de saúde denominadas mantidas – modelo em que a gestão plena dos equipamentos está a cargo da FUABC, tanto na área administrativa como na clínica, sob diretrizes pré-estabelecidas pelo parceiro (prefeitura ou Governo do Estado).

A Fundação do ABC encerrou 2018 com total de 22.416 funcionários diretos e receita de R$ 2.323.061.440,00. É mantenedora de 16 hospitais e 3 AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades), além da Faculdade de Medicina do ABC e de uma Central de Convênios, que atua por meio de contratos de gestão e convênios.

Criada em 2007 para prestar serviços relacionados a necessidades específicas em saúde, a Central de Convênios é hoje a maior unidade da Fundação do ABC. Conta com mais de 7.700 funcionários diretos, que atuam tanto na assistência à saúde da população quanto nas áreas administrativas e de serviços gerais de UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), UBSs (Unidades Básicas de Saúde), PID (Programa de Internação Domiciliar), CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), PSF (Programa de Saúde da Família) e SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), entre outros.

Entre as parcerias mais recentes, a Fundação do ABC assumiu em 2014 a gestão de três equipamentos estaduais: o Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário (CHSP), na Capital, o Hospital Estadual de Francisco Morato “Prof. Carlos da Silva Lacaz”, e o Instituto de Infectologia Emílio Ribas II do Guarujá. Em 2015, incorporou três unidades em Guarulhos: Policlínica do Jardim Maria Dirce, Policlínica do Jardim Paraíso e UPA do Jardim São João Lavras. No mesmo ano, iniciou parcerias com as prefeituras de Mogi das Cruzes e de São Paulo, na região de São Mateus. Em janeiro de 2016 teve início a gestão da UPA Central de Santos. Em julho de 2017, assumiu o programa de Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Itatiba, que engloba 20 equipes de ESF e duas equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

Em agosto de 2018, a FUABC venceu chamamento público do município de Mogi das Cruzes para a prestação de serviços no Pronto Atendimento e UBS do Jardim Universo e no Pronto Atendimento Jundiapeba, assim como no Centro de Detenção Provisória de Mogi das Cruzes, Serviço de Apoio e Diagnose (exames radiológicos de urgência e emergência nas unidades de saúde Jardim Universo, Jundiapeba e Pró-Criança), e Serviço de Imagem (tomografia computadorizada na unidade de saúde Vila Suissa).

 

Unidades sob gestão da FUABC

  • Faculdade de Medicina do ABC
  • Hospital Estadual Mário Covas de Santo André
  • Hospital da Mulher de Santo André
  • AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Santo André
  • AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Mauá
  • AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Praia Grande
  • Complexo de Saúde de Mauá / Hospital Nardini
  • Complexo Hospitalar de São Bernardo (Hospital Anchieta, Hospital Municipal Universitário, Hospital Municipal de Clínicas José Alencar e Hospital e Pronto-Socorro Central)
  • Complexo Hospitalar de São Caetano (Hospital Márcia Braido, Hospital Maria Braido, Hospital de Emergências Albert Sabin, UPA Engenheiro Julio Marcucci Sobrinho, Hospital São Caetano, Hospital Euryclides de Jesus Zerbini e Complexo Municipal de Saúde)
  • Instituto de Infectologia Emílio Ribas II do Guarujá
  • Hospital Estadual de Francisco Morato “Prof. Carlos da Silva Lacaz”
  • Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário (CHSP)
  • Contrato de Gestão São Mateus/SP.
  • Central de Convênios (Gerencia dezenas de planos de trabalho específicos, entre os quais UPAs em Santo André, São Bernardo, Guarulhos, Mogi das Cruzes e Santos)

  

Responsabilidade Corporativa

 

Com perfil filantrópico e dedicada integralmente ao ensino, pesquisa, gestão e à assistência à saúde, a Fundação do ABC disponibiliza praticamente 100% da capacidade instalada a serviço do SUS (Sistema Único de Saúde). Presta atendimento à população a partir de parcerias com o Governo do Estado de São Paulo e prefeituras, para a gestão compartilhada e convênios em diversas unidades nos municípios de Santo André, São Bernardo, São Caetano, Mauá, Guarulhos, Itatiba, Francisco Morato, São Paulo e Mogi das Cruzes, além de Praia Grande, Santos e Guarujá.

Anualmente, a rede FUABC realiza mais de 5 milhões de consultas e atendimentos. Além disso, são 14 milhões de exames e procedimentos, 81 mil cirurgias e 110 mil internações.

A participação efetiva da FUABC nos campos da educação e da saúde dos três municípios instituidores e das demais cidades que compõem a rede de atuação demonstra-se pela qualidade do atendimento oferecido à comunidade. Os serviços promotores, preventivos e orientadores para a saúde da população são diversos e abrangem mais de 30 especialidades médicas, sem contar as áreas não médicas, como enfermagem, terapia ocupacional, nutrição e fisioterapia. Já a integração social se faz presente nos vários mutirões gratuitos de saúde e em diversas parcerias firmadas com o Poder Público, que se efetivam por meio de contratos de gestão, convênios e planos de trabalho específicos.