Prefeitura de São Caetano treina profissionais para o diagnóstico de demência

Publicado em: 31/10/2019

Capacitação foi destinada aos profissionais da rede de Atenção Básica e Hospitalar, com foco no profissional generalista – Foto: Divulgação/PMSCS

Tendo em vista o Mês do Idoso, a Secretaria de Saúde de São Caetano do Sul promoveu a Capacitação em Diagnóstico de Demência para os profissionais da rede de Atenção Básica e Hospitalar, com foco no profissional generalista (clínicos gerais e médicos da Estratégia Saúde da Família). O aperfeiçoamento foi realizado dia 23 de outubro, no auditório do campus Centro da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul).

A capacitação foi conduzida por Marcelo Valente, presidente da Regional São Paulo da SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia) e professor de Geriatria da Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) e da Faculdade de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Foi oferecido programa científico baseado nos critérios do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT), habilitando 62 profissionais para diagnóstico, encaminhamento e/ou tratamento das demências, em especial o Alzheimer.

A doença neurodegenerativa provoca o declínio das funções cognitivas (reduzindo as capacidades de trabalho e a relação social, além de interferir no comportamento e na personalidade). O diagnóstico precoce, bem como o tratamento adequado, é fundamental para possibilitar o alívio dos sintomas e a estabilização ou retardo da progressão da doença.

“O curso foi de extrema importância para nós, visto que os dados epidemiológicos apontam para o aumento do quadro de demência e depressão entre a população idosa. Abordou aspectos relacionados à estatística, diagnóstico e tratamento desses quadros, o que nos desperta a atenção, visto que 15% da nossa população é da terceira idade”, afirmou o preceptor da USCS, Marcio Petenusso, médico especialista em Medicina da Família e mestre em Ciências da Saúde.