Unidades da FUABC comemoram Semana do Aleitamento Materno

Publicado em: 23/08/2013

As unidades de saúde gerenciadas pela Fundação do ABC celebraram em agosto a tradicional Semana Mundial do Aleitamento Materno. Considerado veículo para promoção da amamentação, o evento ocorre em 120 países e, oficialmente, é celebrada de 1 a 7 de agosto. A cada ano é definido um tema central a ser trabalhado, mas tanto data quanto tema podem ser adaptados em cada país, a fim de obter melhores resultados. O tema de 2013 é “Apoio às mães que amamentam: próximo, contínuo e oportuno!”.

No Brasil, a Semana Mundial do Aleitamento Materno é coordenada desde 1999 pelo Ministério da Saúde, que é responsável pela adaptação nacional do tema, elaboração e distribuição de cartazes e folderes. A iniciativa tem apoio de organismos internacionais, secretarias de Saúde estaduais e municipais, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Hospitais Amigos da Criança, sociedades de classe e ONGs.

Confira como foram algumas das ações realizadas pelo grupo Fundação do ABC.

Rodas de conversas e atividades lúdicas no HMU

O Hospital Municipal Universitário de São Bernardo (HMU-SBC) comemorou entre 5 e 7 de agosto a Semana Mundial do Aleitamento Materno com atividades nos períodos da manhã, tarde e noite. A abertura foi marcada por palestra dirigida aos funcionários, sob responsabilidade da neonatologista e consultora internacional em lactação, Dra. Sandra Frota Ávilla Gianelo. As atividades da manhã também contaram com café da manhã de integração, ao som de serenatas com o Grupo Lúmen. Nas clínicas do hospital, alunos da Faculdade de Medicina do ABC membros da ONG Sorrir é Viver visitaram as mães internadas em alojamento conjunto com os bebês, levando de maneira lúdica mensagem sobre a importância da amamentação, por meio da arte do palhaço e de contadores de histórias.

No período da tarde houve a oficina “Amamentando com Beleza”, pela qual as mães com bebês internados no HMU receberam dicas de beleza, aprenderam automaquiagem e puderam pintar as unhas gratuitamente. Na oportunidade foi exibido filme sobre aleitamento, sucedido de bate-papo informal sobre o tema com profissionais do hospital.

À noite, funcionários participaram de coffee break e de roda de conversas sobre aleitamento materno, que foram reeditadas no dia seguinte para outros colaboradores de plantão.

Na terça-feira (06/08) pela manhã foi realizada a atividade “Amamenta São Bernardo”, em que as recepções do HMU e de todas as Unidades Básicas de Saúde do município pararam por 10 minutos para receber orientações sobre aleitamento materno. Por volta das 10h, houve dinâmica com assistente social e, à tarde, oficina com mães que já tiveram alta hospitalar e que retornaram à unidade para conversar com pacientes internadas.

“Em todas as atividades comemorativas pela Semana do Aleitamento Materno procuramos valorizar a temática mundial, que incentiva a aproximação e integração de todos os envolvidos na amamentação”, explica a coordenadora do serviço de Fonoaudiologia do HMU-SBC, Lucineia Cortes Modes, que acrescenta: “Optamos por priorizar oficinas, rodas de conversas e troca de experiências para tornar as atividades menos formais e mais próximas da realidade das mães internadas, familiares e funcionários do hospital”.

O último dia de comemoração teve premiação da tradicional gincana de frases, paródias e desenhos sobre aleitamento materno. Anualmente o HMU propõe o desafio aos funcionários, cujos trabalhos são julgados por comissão de mães atendidas no hospital. O encerramento das atividades foi marcado por apresentação da banda Yous.

Importância do aleitamento no Hospital da Mulher

Para comemorar a Semana Mundial do Aleitamento Materno, o Hospital da Mulher de Santo André promoveu em 2 de agosto, em parceria com as Unidades Básicas de Saúde, encontro para discutir a “Importância do Aleitamento Materno” – iniciativa que visou a incentivar e conscientizar sobre os benefícios da prática. A programação foi diversificada, com intuito de atrair mães, gestantes, pacientes e colaboradores.

Entre os objetivos centrais do evento esteve a divulgação do aleitamento materno exclusivo nos 6 primeiros meses de vida do bebê. “É muito importante que os funcionários estejam informados sobre o assunto. Dessa forma, poderão orientar não apenas usuários, mas passar conhecimentos para familiares e amigos”, acrescenta Dra. Sueli Aparecida Bispo de Souza, coordenadora médica da UTI Neonatal.

A superintendente do Hospital da Mulher, Dra. Rosa Maria Pinto Aguiar, explica que o hospital concentra as ações nos “Dez Passos para o Incentivo ao Aleitamento Materno”, tendo entre os compromissos o início da amamentação do bebê na primeira hora após o nascimento.

Além disso, durante todo o mês, o hospital comemora o agosto dourado, que tem como significado a amamentação como o padrão ouro da alimentação infantil.

A participação na Semana do Aleitamento Materno em 2 de agosto foi gratuita e aberta à comunidade. Outra ação de conscientização ocorreu em 1º de agosto, no calçadão da Oliveira Lima, quando uma equipe do hospital passou orientações e entregou panfletos à comunidade em prol do aleitamento materno.

Hospital Mário Covas faz palestra em Capuava

Na Semana Internacional de Amamentação, a responsável pelo Banco de Leite Humano do Hospital Estadual Mário Covas, Dra. Marisa da Matta Aprile, fez palestra gratuita no Centro de Especialidades Pediátricas de Santo André, no Parque Capuava. No dia 8 de agosto, a médica – que é consultora internacional em lactação e mestre em pediatria pela Universidade de São Paulo – abordou vários aspectos sobre aleitamento materno, com objetivo de alertar para a importância da prática para a saúde da mãe e do bebê.

Banco de Leite Humano: Durante o período de férias escolares e nos meses mais frios do ano ocorre queda significativa no número de doadoras de leite humano. A redução chega a 50% na comparação com demais meses. Por essa razão, a direção do Hospital Estadual Mário Covas de Santo André faz apelo às mães para doarem leite. O HEMC também necessita de frascos de vidro com tampa de rosca para armazenamento.

Os bancos de leite do Estado apoiam o aleitamento materno a todos os recém-nascidos, incluindo os internados em unidades neonatais e filhos de mães impossibilitadas de amamentar. São os bancos que fazem a coleta do leite junto às doadoras, armazenam e orientam sobre a importância da amamentação.

O leite materno contém nutrientes que o leite de outros mamíferos não tem, como anticorpos e glóbulos brancos – fundamentais, principalmente, para bebês com peso abaixo do normal. O leite que muitas mulheres jogam fora pode determinar a sobrevivência de prematuros, sobretudo no HEMC, que mantém UTI Neonatal.

Podem doar todas as mulheres que estiverem amamentando e tiverem leite excedente. Precisam estar saudáveis e não podem consumir medicamentos incompatíveis com a amamentação.

Interessadas em contribuir devem procurar o banco de leite humano mais próximo de sua residência. No Hospital Mário Covas, as candidatas à doação podem entrar em contato pelo telefone (11) 2829-5021.

Programação especial marca data em Bertioga

Em comemoração à Semana Mundial do Aleitamento Materno, o Hospital Bertioga – FUABC realizou série de atividades especiais. Mitos e verdades, alimentação da mãe, cuidados com a mama e a pega do bebê foram alguns dos assuntos abordados pelas enfermeiras obstetras do hospital, que orientaram gestantes e mães entre o final de julho e início de agosto.

No dia 31, a unidade recebeu gestantes para orientações dentro do projeto “Esperando a Chegada do Bebê”, no qual as mulheres conhecem o fluxo de atendimento, tiram dúvidas sobre o parto e sobre os cuidados com o recém-nascido. Já no dia 2 de agosto,  as mães com filhos que passaram pelo teste da orelhinha, receberam orientações sobre aleitamento e tiraram dúvidas sobre os primeiros dias de vida do bebê no convívio familiar.

“A família tem papel fundamental na amamentação. As mães precisam amamentar enquanto os bebês estão acordados e dormir enquanto eles dormem, para repor esta energia”, diz a enfermeira supervisora Márcia de Oliveira, que alertou sobre as vantagens do aleitamento exclusivo até os 6 meses de idade.

A Semana Mundial do Aleitamento Materno no Hospital Bertioga também contou com aulas de amamentação na Maternidade e homenagem às colaboradoras que ainda amamentam. Com o tema “Amamentar é um gesto de amor e responsabilidade”, a homenagem contou com entrega de presentes e mensagens pelo Voluntariado Vivência.

Acolhimento de mães com bebês em UTI

Em comemoração à Semana de Aleitamento Materno, o Hospital Municipal Irmã Dulce de Praia Grande realizou rodas de conversa sobre o tema com as mães de recém-nascidos internados em terapia intensiva nos dias 2, 6 e 8 de agosto. Como informa a psicóloga Vanessa Monteiro Bizzo Lobo, a proposta foi reforçar orientações sobre aleitamento materno, trocar experiências e proporcionar um espaço de escuta às mães.

Vanessa explica que a orientação e incentivo ao aleitamento materno junto às mães de bebês em terapia intensiva, especialmente prematuros, são importantes para que elas aprendam a manter a lactação, por meio de técnicas de massagem e ordenha das mamas, na fase em que os filhos ainda não têm condições de sugar o seio e são mantidos em incubadoras.

Promovida pela equipe multidisciplinar do hospital, as rodas contaram com a participação da fonoaudióloga Eliane Blanco e do enfermeiro Manuel dos Santos, que atuam na área de pediatria e neonatologia.

A dificuldade ou a ausência de reflexos de sucção e deglutição, aliada ao fato de o recém-nascido permanecer intubado não permite o aleitamento materno logo após o nascimento, já que a dieta inicialmente se faz por sonda. Mas a primeira indicação, assim que ele adquira condições, é leite materno. “Por vezes, a mãe precisa lidar com sentimentos de incapacidade e impotência. Deve ser muito bem acolhida pela equipe”, pontua Vanessa.

Sessões de cinema com pipoca no Nardini

Mamães e recém-nascidos internados no Hospital Dr. Radamés Nardini de Mauá participaram dias 6 e 7 de agosto de sessões de filme com pipoca em homenagem a Semana Mundial de Aleitamento Materno, que ocorre anualmente entre 1º e 7 de agosto. A atividade foi organizada pela equipe de Enfermagem do hospital. A partir da exibição de vídeo produzido pelo Ministério da Saúde, que orienta as usuárias sobre a importância da amamentação, mães tiraram dúvidas e ouviram depoimentos de médicos, artistas e outras mamães que já passaram dessa fase. A equipe de Enfermagem também contou com parceria do Grupo Voluntário Calor Humano.

Para a enfermeira coordenadora da maternidade, a atividade simboliza o pontapé inicial de diversas ações que serão implementadas no setor. “Nosso objetivo é promover o aleitamento materno e aumentar a conscientização das mães sobre os benefícios da amamentação. Em breve daremos início ao planejamento, que inclui a criação de grupos de orientação apenas para puérperas”, informa Juliana Antônio. As obras de reforma e modernização da maternidade do hospital terão início no segundo semestre.

Em alguns andares do hospital, especialmente na maternidade e pediatria, foram fixados cartazes com fotos de pacientes durante amamentação e com suas respectivas mensagens. O material ficou exposto durante toda a semana de comemoração. Já as fotos foram fornecidas gratuitamente às mães.

Palavras-chave:
Warning: Undefined variable $htmlTags in /home/storage/4/2d/71/fuabcorgbrprovis1/public_html/wp-content/themes/fuabc_bom/single-noticias.php on line 31
Fundação do ABC, Semana Mundial do Aleitamento Materno, amamentação, lactação