Terapia com animais humaniza tratamento de pacientes oncológicos no Hospital Anchieta

Postado por Eduardo Nascimento em 06/dez/2022 -

Interação dos pacientes internados com os pets colabora com o alívio da rotina hospitalar e liberação dos hormônios de bem-estar

 

A oferta de pet terapia, por meio de uma parceria com a ONG Alquimia do Amor, está mudando a rotina hospitalar dos pacientes oncológicos internados no Hospital Anchieta (HA) de São Bernardo. A interação com os animais de estimação do programa promove o relaxamento dos pacientes que enfrentam o tratamento contra a doença, por meio da liberação dos hormônios de bem-estar, entre outros benefícios.

De acordo com a diretora do Hospital Anchieta, Dra. Mônica Carneiro, a decisão de implantar a pet terapia tem como objetivo ampliar a humanização do tratamento e trazer todos os benefícios que esta simples prática reverte tanto para o paciente e acompanhante quanto para a equipe de profissionais de saúde que atua no equipamento.

“Estamos colhendo resultados muito positivos desde que iniciamos a pet terapia aqui no Anchieta. Com a liberação da serotonina e da endorfina, os pacientes enfrentam a doença de forma melhor, com mais otimismo. Quando os animais estão nos leitos do paciente, instantaneamente, o ambiente torna-se mais leve, mais acolhedor e cheio de sorrisos. Os animais acolhem e são acolhidos e tudo flui de maneira muito natural”, relatou a diretora, ao reforçar que o convívio com os animais em ambiente hospitalar é feito de forma segura.

A visita dos peludos é feita mensalmente no Anchieta. Os próximos passos do projeto incluem a visita do animal de estimação do doente e a implantação da pet terapia em outros ambientes hospitalares, como, por exemplo, na sala de quimioterapia. “O animal de estimação está cada vez mais inserido na rotina familiar, como um membro da família mesmo. O paciente internado sente falta de seu parceiro e vice-versa”, complementou Dra. Mônica.

TRABALHO VOLUNTÁRIO

Os cães Charles Darwin e Lucky são voluntários na ONG Alquimia do Amor, que foi criada com o objetivo de ofertar terapia assistida por animais em ambiente hospitalar. O telefone para mais informações sobre o trabalho é (11) 97598-1747.

Central de Convênios implanta assinatura digital e moderniza processos internos

Postado por Eduardo Nascimento em 06/dez/2022 -

Objetivo é tornar mais ágil a subscrição em contratos diversos, sem a necessidade de deslocamentos e da entrega de documentações físicas

 

A Central de Convênios da Fundação do ABC acaba de implantar processo interno de assinatura digital. O objetivo é tornar mais ágil a subscrição em contratos diversos, sem a necessidade de grandes deslocamentos e da entrega de documentações físicas. Trata-se de modalidade mais segura, rápida, válida juridicamente e sustentável, em função de evitar transportes de automóvel ou motocicleta, assim como impressões desnecessárias em papel.

Unidade de apoio administrativo da FUABC, hoje a Central de Convênios conta com mais de 3,6 mil funcionários diretos e atua em unidades instaladas nos municípios de Santo André, São Bernardo, São Caetano, Itatiba e Mogi das Cruzes, além de apoiar contratos no Conjunto Hospitalar do Mandaqui, Hospital de Guaianases, Hospital Ipiranga, Hospital Geral de Ferraz de Vasconcelos e Hospital Infantil Cândido Fontoura. Com a sede administrativa em Santo André, a assinatura digital chega para facilitar a interlocução com todas as unidades, das mais próximas às mais distantes.

“Está sendo uma mudança importante nas rotinas. Um grande avanço. As unidades parceiras não precisam necessariamente vir entregar e assinar documentos em nossa sede. Contratos de compras, processos internos e até mesmo documentações relacionadas à área de Recursos Humanos, aos contratos de pessoal, estão se beneficiando dessa nova modalidade”, informa a gerente Financeira da Central de Convênios, Libni Romero Leite.

“Esse projeto tem como missão simplificar a vida das pessoas e dos negócios, desburocratizando processos, melhorando o fluxo de documentos e ajudando as pessoas a poupar tempo, que na nossa visão é a moeda mais valiosa que existe. Estamos nos adaptando às novas tendências do mercado e esse foi o nosso primeiro passo. Com a segurança da criptografia em nossos documentos, poderemos evoluir em outros processos futuramente. Essa é a nossa meta. Seguindo essa tendencia inovadora de mercado, a Central de Convênios realizará esse projeto piloto, que poderá ser expandido para as demais as unidades gerenciadas da FUABC, caso tenham interesse”, informa o diretor-geral da Central de Convênios, Décio Teixeira Prates Junior.

As primeiras assinaturas digitais tiveram início em 28 de outubro de 2022. Desde então, os cadastros são realizados conforme a demanda e para os novos contratos. O funcionamento é muito simples: com documento com foto em mãos (RG ou CNH), basta o usuário preencher os dados solicitados pelo sistema e efetuar a assinatura eletronicamente. Pontos de autenticação são registrados para garantir a segurança da assinatura.

 

VALIDADE JURÍDICA

A assinatura eletrônica está amparada na Medida Provisória nº 2.200-2/2001, que instituiu a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil para garantir a autenticidade, a integridade e a validade jurídica de documentos em forma eletrônica. Em seu 10º artigo, a MP regulamenta: “O disposto nesta Medida Provisória não obsta a utilização de outro meio de comprovação da autoria e integridade de documentos em forma eletrônica, inclusive os que utilizem certificados não emitidos pela ICP-Brasil, desde que admitido pelas partes como válido ou aceito pela pessoa a quem for oposto o documento”.

No caso da Central de Convênios – FUABC, a unidade atua como uma autoridade certificadora privada, oferecendo meios de comprovação da autoria e da integridade de documentos com os melhores padrões de assinatura eletrônica.

São Caetano encerra ações do Novembro Azul com mais de 1,5 mil exames e atendimentos na Carreta Móvel

Postado por Eduardo Nascimento em 02/dez/2022 -

Foto: Eric Romero/ PMSCS

São Caetano encerrou nesta semana, no dia 30 de novembro, a Campanha Novembro Azul, que durante todo o mês realizou 1.594 exames e consultas em ação de prevenção ao câncer de próstata na Carreta Móvel da Saúde, percorrendo diversos pontos da cidade.

“Ficamos muito felizes com o resultado alcançado. Percebemos que, a cada ano, vamos conquistando mais adesão dos homens em campanhas que alertam sobre a importância do diagnóstico precoce e cuidados preventivos. As visitas regulares às unidades de saúde não devem ser esquecidas, assim como a adoção de hábitos saudáveis, prática de atividades físicas e alimentação balanceada. Toda dor e desconforto deve ser investigada. O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens e a única forma de garantir a cura é o diagnóstico precoce”, afirmou a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.

Entre os dias 1º e 30 de novembro, foram realizados 988 exames de ultrassonografia, sendo 635 de próstata via abdominal, 99 de abdômen total e 254 de vias urinárias. Além disso, foram 546 testes de PSA e 60 consultas com especialistas para pacientes com exames alterados.

“Os números são impactantes e mostram a importância desse tipo de ação, em que a conscientização da população é indispensável. Com certeza o cuidado e a prevenção de doenças prolongam a sobrevida das pessoas e os homens devem se cuidar. Planejamos e organizamos as estratégias de atendimento na Carreta, o que foi fundamental na aderência das pessoas. Todos os atendimentos realizados já previam exames necessários para o rastreio de possíveis problemas e agilizaram o seguimento dos pacientes. Casos com suspeita de câncer de próstata foram encaminhados para biópsia e, posteriormente, para nova avaliação e seguimento de tratamento”, destacou o coordenador de Urologia do município, Marcello Gava.

Contra o câncer de pele, ‘Dezembro Laranja’ terá exames gratuitos no ABC

Postado por Eduardo Nascimento em 01/dez/2022 -

Organizada pela disciplina de Dermatologia do Centro Universitário FMABC, ação em Santo André será no próximo sábado (03/12), das 9h às 15h

 

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) organiza no próximo sábado (3 de dezembro) um mutirão nacional de atendimentos pelo “Dezembro Laranja”, o mês de conscientização e prevenção do câncer da pele. Serão cerca de 100 postos de atendimento em todo o Brasil, com envolvimento milhares de dermatologistas voluntários. No Grande ABC, o mutirão será coordenado pela disciplina de Dermatologia do Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Os trabalhos ocorrerão no Instituto da Pele da FMABC, no próprio campus universitário (Av. Príncipe de Gales, 821 – Santo André). Das 9h às 15h, a população terá à disposição consultas gratuitas com especialistas e poderá realizar o exame preventivo.

Durante o mutirão, os interessados participarão inicialmente de uma palestra de 10 minutos sobre os riscos para o câncer de pele e as formas de prevenção. Em seguida, todos passarão por atendimento específico, com realização de exames dermatológicos e de dermatoscopia (avaliação de assimetria, bordas, coloração e diâmetro das pintas). Casos suspeitos ou eletivos serão encaminhados para tratamento na rede pública municipal.

Cerca de 30 profissionais da FMABC estarão envolvidos nos atendimentos, entre dermatologistas, médicos residentes e alunos de Medicina membros da Lapac – Liga de Atendimento e Prevenção às Afecções Cutâneas.

 

ALTA INCIDÊNCIA

O câncer da pele é provocado pelo crescimento anormal das células que compõem a pele. Conforme detalhado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, existem diferentes tipos de câncer da pele, que podem se manifestar de formas distintas. Os mais comuns são o carcinoma basocelular e o carcinoma espinocelu­lar – chamados de cânceres não melanoma –, que apresentam altos índices de cura quando diagnosticados e tratados precocemente. Um terceiro tipo, o melanoma, apesar de não ser o câncer de pele mais incidente, é o mais agressivo e potencialmente letal. No entanto, quando descoberto no início, tem mais de 90% de chances de cura.

“O câncer de pele ocorre a partir do efeito cumulativo da radiação solar e costuma se manifestar na população acima de 50 anos. É importante que as pessoas se conscientizem da necessidade da prevenção e passem periodicamente por avaliação dermatológica. A maioria dos casos é tratável e curável quando descobertos ainda no início. Por isso a importância do diagnóstico precoce, para proporcionar melhor prognóstico”, explica a professora de Dermatologia da FMABC, Dra. Cristina Laczynski, que coordena a campanha no ABC Paulista.

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima quase 230 mil novos casos de câncer de pele para 2022. Trata-se do tumor mais frequente no Brasil e corresponde a cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no País. As principais características de risco são a presença de sardas, antecedentes na família, ferimentos que não cicatrizam com facilidade, pintas, sinais e verrugas que mudam de tamanho e cor, além de lesões avermelhadas. Todos que possuírem qualquer sinal suspeito devem comparecer à campanha.

O horário que apresenta risco mais acentuado de exposição ao sol e que deve ser evitado é entre 10h e 16h, quando há maior incidência de raios ultravioletas. O filtro solar com mínimo de 30 FPS (fator de proteção solar) ainda é um dos principais meios de proteção e deve ser passado a cada duas horas ou após longos períodos de imersão na água. O uso de chapéus de abas largas, de óculos de sol com proteção UV e de roupas que cubram boa parte do corpo, diminuindo a exposição direta da pele ao sol, também é recomendado pelos dermatologistas.

MUTIRÃO NACIONAL

Com a mensagem central “Não espere até sentir na pele”, a campanha nacional da Sociedade Brasileira de Dermatologia pretende conscientizar e educar as pessoas sobre os riscos do câncer da pele decorrentes da exposição excessiva ao sol sem proteção. A ação deste ano retoma os atendimentos presenciais e gratuitos. Em 2019, último ano em que foi realizada ação presencial por conta da pandemia, foram atendidas mais de 25 mil pessoas no País, em cerca de 130 postos. Desde a sua implementação, em 1999, a iniciativa já beneficiou mais de 600 mil pessoas.

Hospital de Clínicas de São Bernardo recebe certificação internacional de qualidade

Postado por Eduardo Nascimento em 01/dez/2022 -

Gerenciado pela Fundação do ABC, equipamento da Prefeitura de São Bernardo foi o primeiro com gestão municipal do Brasil a conquistar o selo que atesta excelência dos serviços prestados à população

 

HC conquistou a recertificação Qmentum Internacional Diamante, uma das mais conceituadas acreditações em saúde em nível internacional

O esforço da Prefeitura de São Bernardo e da Fundação do ABC em proporcionar saúde pública de qualidade foi mais uma vez reconhecido. Em cerimônia realizada em 30 de novembro, o prefeito Orlando Morando recebeu da diretora e CGO (Chief Growth Oficcer) da empresa QGA (Quality Global Alliance), Camila Covelo, a recertificação Qmentum Internacional Diamante para o Hospital de Clínicas (HC), reforçando o equipamento municipal como o 1º do Brasil a contar com uma das mais conceituadas acreditações em saúde em nível internacional pela excelência nos serviços prestados aos pacientes. O título foi conquistado em 2019 e, agora, revalidado.

Hoje, entre 15 mil instituições com esse reconhecimento, apenas dois hospitais públicos estão contemplados. A cerimônia de entrega do certificado foi realizada no próprio hospital e teve a presença do presidente da Fundação do ABC, Dr. Luiz Mário Pereira de Souza Gomes, do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho, da diretora do Complexo de Saúde de São Bernardo, Dra. Agnes Faria Ferrari, do diretor técnico do HC, Dr. Newton Takashima, e de funcionários do equipamento.

Aplicado em mais de 36 países, o Qmentum International é um modelo de avaliação de serviços de Saúde que assegura às organizações atenderem aos requisitos internacionais de governança e boas práticas assistenciais, desde a identificação dos pacientes, administração de medicamentos, higienização, protocolos, entre outros.

“Este é mais um reconhecimento do quanto a nossa gestão investe em saúde pública e cobra pela qualidade dos serviços prestados à população. A recertificação é uma virada na história do HC, que hoje é um dos melhores hospitais públicos do País. Agora o desafio da equipe do HC é manter esta certificação, pautada no amor à profissão e na humanização”, reforçou Orlando Morando.

SOBRE A ACREDITAÇÃO

O processo de acreditação é voluntário e tem como objetivo assegurar a qualidade e segurança do paciente dentro da rede hospitalar. A instituição acreditada passa por avaliações periódicas e rigorosas por especialistas da instituição acreditadora – o QGA – para garantia das melhores práticas e implantação de oportunidades de melhorias nos processos de trabalho.

De acordo com a representante da instituição acreditadora, Camila Covello, os pontos de destaque do HC foram o preparo para as urgências e emergências e as cirurgias cardíacas pediátricas. “É claro que estes não foram os únicos critérios e setores avaliados. O hospital, para ter uma acreditação internacional, deve obter excelência em inúmeros processos e hoje estou aqui para garantir isso ao HC, como um dos melhores hospitais do Brasil e do mundo”, detalhou a diretora do QGA.

O secretário de Saúde ressaltou que desde que o hospital se tornou referência no Estado para a realização de cirurgias cardíacas pediátricas, em setembro de 2018, mais de 480 procedimentos já foram realizados. “Está é mais uma prova de que neste governo, saúde é prioridade. Parabéns a todos os profissionais pela conquista”, finalizou.

Hospital Nardini de Mauá conquista Prêmio Amigo do Meio Ambiente 2022

Postado por Eduardo Nascimento em 29/nov/2022 -

Unidade gerenciada pela Fundação do ABC teve projeto sobre compostagem eleito entre os 15 melhores trabalhos de todo o País

 

Nardini foi premiado na categoria principal do PAMA 2022 pelo trabalho “Redução de impactos ambientais através de compostagem”

Gerenciado pela Fundação do ABC em parceria com a Prefeitura de Mauá, o Hospital de Clínicas Dr. Radamés Nardini conquistou na manhã de hoje (29 de novembro) o Prêmio Amigo do Meio Ambiente 2022 (PAMA). A iniciativa é da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e do Projeto Hospitais Saudáveis (PHS), que anualmente reconhecem as 15 melhores iniciativas desenvolvidas por instituições públicas e privadas de todo o País.

O Hospital Nardini foi premiado na categoria principal do PAMA 2022 pelo trabalho “Redução de impactos ambientais através de compostagem”. A solenidade ocorreu logo após a abertura do XV Seminário Hospitais Saudáveis – SHS 2022.

Em março deste ano, o Hospital Nardini recebeu a visita do professor Germano Guttler, do departamento de Agronomia do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). O docente é criador do Método Lages de Compostagem (MLC), que consiste no reaproveitamento de resíduos orgânicos, como sobras de frutas e verduras, para produção de adubo, jardins, canteiros e hortas. Desde então, a unidade da FUABC adotou a metodologia e tem engajado suas equipes nos processos internos de compostagem.

Durante a premiação, a analista de Meio Ambiente do Hospital Nardini, Eliesse Oliveira da Silva, lembrou que a unidade se tornou membro do PHS em 2013, quando assumiu o compromisso de trabalhar ações sustentáveis. “Em 7 meses de trabalho utilizando o Método Lages de Compostagem, foram mais de 9.000 quilos de resíduos orgânicos eliminados”, informou.

Hospital Nardini recebeu a visita do professor Germano Guttler em março deste ano

A analista de Meio Ambiente do Nardini também aproveitou a oportunidade para agradecer. “O professor Germano Guttler é um dos responsáveis pela nossa conquista. Ele visitou nosso hospital em pleno feriado de Carnaval para nos ajudar a implantar o método. Gratidão a ele e ao Departamento de Sustentabilidade da Fundação do ABC, que sempre nos apoia. Agradeço também à Diretoria do Hospital, em especial à Dra. Adlin Veduato, a maior apoiadora das ações sustentáveis aqui na instituição. Esse suporte nos dá ânimo, nos dá força para continuar buscando e desenvolvendo ações para a redução contínua de impactos ambientais”.

De acordo com Eliesse Oliveira da Silva, a partir de agora, os próximos passos em relação ao projeto serão na direção de ampliar o trabalho. “A lição aprendida com tudo isso é que o Método Lages de Compostagem é simples e qualquer pessoa pode fazer, sem custo e com muito benefício ambiental e econômico. Estamos fazendo com sucesso no Nardini e é gratificante. Buscaremos agora juntar mais pessoas. Tem muita gente querendo conhecer e desenvolver esse projeto em suas próprias casas. Precisamos mostrar que isso é totalmente possível”, informa a analista de Meio Ambiente, que completa: “O ponto chave do nosso projeto foi o fortalecimento do trabalho em equipe e a aproximação dos usuários, que mesmo após a alta médica retornavam para conhecer mais sobre o trabalho de compostagem. Já os nossos funcionários estão exercendo cidadania, desenvolvendo, plantando e compostando em suas casas”.

MÉTODO LAGES DE COMPOSTAGEM

O processo aplicado no Método Lages de Compostagem é muito simples. O professor Germano Guttler ensina as pessoas a fazerem, em casa, um vaso compostor em garrafa pet de 5 litros para reciclar o próprio lixo orgânico. As camadas de resíduos devem ser furadas, três vezes por semana, para receber oxigênio. Não é preciso irrigar. Após duas semanas, é possível plantar verduras, legumes, ervas, flores, entre outros, sobre as camadas.

O nome do método faz referência à cidade catarinense de Lages. Desde a criação, em 2013, a técnica vem sendo difundida em escolas da rede pública do município, residências, instituições e até em presídios. Com isso, milhares de resíduos orgânicos deixaram de ser despejados nos já sobrecarregados aterros municipais.

Na Fundação do ABC, além do Hospital Nardini, mais duas unidades estão desenvolvendo o Método Lages de Compostagem: o Centro Universitário FMABC e o Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário.

FMABC detecta duas linhagens inéditas no Brasil de variante do novo Coronavírus

Postado por Eduardo Nascimento em 29/nov/2022 -

Laboratório do Centro Universitário detectou duas linhagens inéditas da nova subvariante BQ.1

 

Divulgação FMABC.

O Centro Universitário FMABC confirmou o registro de três casos de Covid-19 derivados da nova subvariante BQ.1, sendo dois deles com as linhagens BQ 1.1.17 e BQ 1.18, que ainda não haviam sido registradas no Brasil. Os casos foram encontrados em pacientes de Santo André e São Caetano do Sul.

As subvariantes foram encontradas após análises realizadas no Laboratório de Análises Clínicas do Centro Universitário, que retomou o processo de sequenciamento genômico por conta do aumento recente do número de casos de Covid-19 na região do Grande ABC.

Ainda não há confirmação de efeito dessas novas linhagens na transmissibilidade ou gravidade da doença. Os testes foram feitos com pacientes que haviam apresentado sintomas leves de Covid-19, sem maiores complicações.

“Conforme surgem novas mutações sempre temos algumas alterações no número de casos, mas isso não impacta necessariamente na gravidade”, explica Beatriz da Costa Aguiar Alves, pesquisadora e coordenadora do setor de Biologia Molecular do Laboratório de Análises Clínicas da FMABC.

Os três casos da subvariante BQ.1 foram identificados dentro de um lote com nove amostras no total. A maioria dos testes indicou a variante BA.5 do vírus, que segundo os dados epidemiológicos ainda prevalece na região.

O Centro Universitário FMABC também vem registrando nas últimas semanas um aumento no número de testes de Covid-19 e de índice de positividade nas amostras, chegando a alcançar 75% de casos positivos na semana passada.

SEQUENCIAMENTO GENÔMICO

O Laboratório de Análises Clínicas do Centro Universitário FMABC faz o sequenciamento genômico das variantes de Covid-19 desde setembro de 2021, auxiliando os órgãos de vigilância no monitoramento da doença.

“Esse trabalho nos permite conhecer e acompanhar a evolução das variantes de maneira mais ágil. Um vírus altamente transmissível como este causador da COVID está sempre mudando para se adaptar. Quanto mais amostras tivermos para analisar, mais iremos entender como ele está se desenvolvendo na comunidade, quais medidas de prevenção são mais efetivas e como as vacinas estão agindo” explica Fernando Fonseca, reitor em exercício do Centro Universitário FMABC.

Prefeitura de São Bernardo e FUABC implantam serviço inédito de telemedicina na Atenção Básica

Postado por Eduardo Nascimento em 28/nov/2022 -

Projeto-piloto de atendimento remoto em especialidades está sendo disponibilizado na UBS Parque São Bernardo

 

Iniciativa vai dar celeridade às consultas eletivas em especialidades, com auxílio da tecnologia. Foto: PMSBC/Gabriel Inamine.

A Prefeitura de São Bernardo acaba de implantar o serviço de telemedicina na rede de Atenção Básica. Inédito na região, o atendimento remoto está sendo disponibilizado na Unidade Básica de Saúde (UBS) Parque São Bernardo, por meio de um projeto-piloto em parceria com a Fundação do ABC. A iniciativa vai dar celeridade às consultas eletivas em especialidades com auxílio da tecnologia.

“As consultas de especialidades são ofertadas nas Policlínicas Centro e Alvarenga e, mesmo com a agenda totalmente preenchida, estamos com dificuldade de atender toda a demanda. Trazer este atendimento para a Atenção Básica vai multiplicar a oferta e contribuir para acelerar o atendimento de quem está esperando”, declarou o chefe do Executivo, Orlando Morando.

São Bernardo é a primeira cidade a ofertar este tipo de serviço em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) na região do ABC, o que agregará tecnologia e rapidez no atendimento de especialidades e na detecção precoce de doenças. O projeto terá duração de 90 dias. Neste novo formato, cerca de 600 pacientes serão atendidos nas especialidades de dermatologia, endocrinologia, cardiologia, gastroenterologia e reumatologia.

Embora médico e paciente não estejam fisicamente no mesmo local, a consulta acontecerá como se estivessem, conforme explica o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho. “Ao chegar no consultório da UBS, o paciente terá os seus sinais vitais checados e seus dados ficam disponibilizados no sistema, no prontuário que será acessado pelo médico responsável pela consulta”.

APROVAÇÃO

Leandra da Conceição foi atendida na especialidade de dermatologia e aprovou a iniciativa. “No início fiquei um pouco tímida, mas depois me acostumei. A enfermeira da sala me auxiliou bastante na consulta, o que me deixou mais segura também”, contou a paciente.

Unidade de Saúde de São Mateus promove ação voltada à saúde do homem

Postado por Eduardo Nascimento em 25/nov/2022 -

O “Novembro Azul” é o mês que marca o combate ao câncer de próstata. É importante conscientizar a população sobre a prevenção, pois, quando a doença é diagnosticada no início, as chances de cura são grandes.

Pensando nisso, a AMA/UBS Integrada Jardim Santo André, de São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, realizou no dia 17, na faixa de Dutos da Transpetro, ações de promoção à saúde com ênfase na saúde dos homens.

Cerca de 400 homens participaram da iniciativa e aproveitaram para realizar testes rápidos de HIV, sífilis, hepatites B e C, aferição da pressão arterial, baciloscopia (sintomas respiratórios) e avaliação multidimensional da pessoa idosa. Receberam ainda orientações sobre alimentação saudável, saúde bucal e reprodutiva, além de um stand voltado a arboviroses.

Ainda houve orientações sobre o câncer de próstata e as formas de prevenção. “Foi um ato fundamental para conscientização dos homens sobre a doença, sobre prevenção e tratamento. É preciso quebrar o tabu que existe sobre a doença e seus mitos, e promover a plena conscientização de todos”, disse a gerente da unidade de Saúde, Tenile Muzzi.

O câncer de próstata é silencioso e apresenta sintomas apenas nos estágios mais avançados, por isso a importância da prevenção. A adoção de hábitos saudáveis é o caminho para o envelhecimento com qualidade de vida.

Centro Universitário FMABC conquista certificação por responsabilidade social

Postado por Eduardo Nascimento em 25/nov/2022 -

O Centro Universitário FMABC conquistou o “Selo Instituição Socialmente Responsável” referente ao período 2022-2023. A honraria é concedida pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) para instituições de ensino superior que apresentem projetos sociais nas áreas de educação, saúde, cultura e meio ambiente, entre outros.

O selo é uma certificação que faz parte da 18ª Campanha da Responsabilidade Social no Ensino Superior Particular da ABMES. A campanha tem como objetivos dar maior visibilidade ao ensino superior privado, sensibilizar as instituições e parceiros, disponibilizar para a sociedade informações sobre as ações sociais, fortalecer parcerias e abrir espaços para debate entre as entidades e a comunidade.

A premiação é um reconhecimento do sucesso dos projetos de extensão desenvolvidos no Centro Universitário FMABC no ano de 2022. Os projetos são uma resposta às questões sociais identificadas pela comunidade ou pela própria instituição, que incentiva os estudantes a criarem e participarem desses trabalhos.

Neste ano são 22 projetos em execução desenvolvidos por alunos dos 11 cursos na área da Saúde oferecidos pelo Centro Universitário FMABC. Entre eles estão a Liga Oncológica Pediátrica na Casa Ronald McDonald, o estudo comparativo da qualidade da água do Parque Municipal Pedroso, em Santo André, o de Tabagismo e o de Bem-estar do envelhecimento, além de palestras e atividades voltadas à comunidade na Feira de Saúde, entre outros.

“O Centro Universitário FMABC assume a responsabilidade de demandas no âmbito de questões de inclusão social e de desenvolvimento econômico e social. Sua contribuição se dá por meio das ações de ensino, pesquisa, extensão e assistência. Esse compromisso é materializado por ações que resultaram na conquista desse selo”, explica Jamili Rasoul Salem de Souza, coordenadora do curso de Psicologia e Procuradora Institucional da entidade.